PRESSUPOSTOS DA PNL

PRESSUPOSTOS DA PNL

O que são os pressupostos?

Como eles funcionam? Eles funcionam?

 

“Penso, logo existo”
René Descartes

Pressupostos

Os pressupostos da PNL são uma série de frases que, tal como sua definição etimológica ou significado, supõe que algo funcione melhor (ou sempre) de uma determinada maneira.

Como se fossem algoritmos universais que, mediante uma situação prevista pelo pressuposto, o resultado é previsivelmente conhecido e está presumidamente expresso na frase.

Complicou? Vamos esclarecer!

Você ainda está pensando?

Segundo René Descartes, o fato de que ele estivesse pensando, pressupunha que ele existisse, pois, caso ele não existisse, imediatamente ele (que não existiria) não teria como pensar. Portanto, o ato de pensar, ou, “o pensamento”, pressupõe a existência de um ser pensante.

O fato de pensar é inerente a quem existe!

Aqui cabe uma observação. Há pessoas que, sabemos que existem, porém, supomos que não pensam.

Você conhece alguém assim? Eu conheço!

No entanto, o pressuposto implícito de que “não pensam”, na verdade é uma crença minha ou ainda, um julgamento meu sobre as ideias ou atitudes do outro, com as quais eu não concordo.

Um dos pressupostos que será abordado nesta série é de que “As pessoas fazem a melhor escolha disponível para o momento, dadas suas possibilidades e capacidades, de acordo com seu próprio modelo de mundo. Se lhes disponíveis escolhas mais apropriadas e compatíveis com seus valores e crenças, elas automaticamente as escolheriam”.

Concorda?

Resumo

A partir dos pressupostos da PNL, a ideia que se tem é que, ao nos depararmos com uma situação específica, podemos encontrar qual pressuposto representa melhor aquela situação e então compreendermos os algoritmos que geram os resultados obtidos.

Veja um exemplo partindo de um dos pressupostos da PNL:

“O significado da comunicação é o resultado que ela gera”.

Os resultados que você tem conquistado estão de acordo com sua comunicação, porém podem estar diferentes de suas expectativas.

Ajuste a Comunicação!

Faça um teste!

Identifique um pressuposto operante em sua rotina.

Escolha uma situação cotidiana na qual seus resultados são positivos, motivos de orgulho pessoal e admiração de terceiros.

Nesta situação procure elencar, pelo menos 1 entre os 3 pressupostos que seguem:

  • Qualquer escolha é melhor que não ter escolha;
  • Sua energia vai para onde está sua atenção;
  • Se é possível para mim é possível para outro e vice-versa.

Nos próximos posts traremos o esclarecimento de cada um dos principais e mais conhecidos “Pressupostos da PNL” com uma breve explicação contextual. Acompanhe!

Agora, nos deixe saber se você concorda. Comente, compartilhe. Suponho que você tenha muitas pessoas que gostaria de saber mais sobre isso.

Um Fraternal Abraço,
Wayne Porto Colombo

Escreva um Comentário

Categorias
Pesquisar Eventos
Ads