LEVE A VIDA LEVE

LEVE A VIDA LEVE

Este texto irá promover uma reflexão sobre o peso emocional excessivo e desnecessário que algumas vezes carregamos por estarmos funcionando no modo automático. Estes “excessos emocionais”, por vezes estão associados a desalinhamentos entre as nossas expectativas, os nossos objetivos e os sistemas sociais envolvidos. Qual nosso lugar no mundo, como agir e reagir neste mundo são as ferramentas que exploraremos nesta jornada.

Você já se deu conta de como estamos vivendo atualmente?
Você já olhou ao seu redor com atenção plena, vivendo o momento presente de forma atenta, com a importância de suas escolhas, decisões e atos cotidianos?
Você já notou quantas pessoas estão se sentindo sem propósito, sem um lugar no mundo?
Só eu, ou você também tem visto pessoas com sobrepeso de tanto comerem desapercebidamente, agredindo seu templo de vida, o corpo, com excessos de bebidas, comidas, drogas lícitas ou ilícitas. Ou seja, estão em um estado de consciência dormente.
É muito comum hoje encontrar pessoas que estão totalmente perdidas não é mesmo? Pessoas que na linha do tempo de suas vidas estão vivendo um looping interminável de erros e problemas sistêmicos, visto por elas como destino cruel sobre os quais não possuem autonomia nenhuma.
Reféns emocionais de uma vida conturbada ou de suas próprias decisões?
Quantas pessoas estão carregando pesos extras em suas vidas – metafórica ou literalmente – que não as permitem andar mais leves rumos aos seus objetivos por estarem com rancor e medos que nãos lhes pertencem?
Observe atentamente quantas pessoas estão de fato acordadas para a vida. Achamos ficção científica longe da nossa realidade quando vemos filmes como Matrix, séries como The Walking Dead, no entanto, não nos atentamos para os zumbis que estão ao nosso redor, nem tão pouco à necessidade de despertar para uma nova experiência de vida. Muito se fala sobre Inteligência Emocional, mas poucos dão inteligência às suas emoções. Aliás, quem sabe como acessar as emoções e como utilizar as emoções adequadas para cada situação? Você as domina?
Quantos sonhos vemos sendo abandonados diariamente por pessoas que reúnem toda condição de serem maiores e melhores dentro de seus próprios conceitos e desejos de uma vida plena. Quantas pessoas abandonam lindas histórias que só poderiam ser escritas por elas, por não terem a motivação suficiente?
Quantas pessoas começam inúmeras tentativas e concluem quase nada?
Quantos profissionais hoje estão infelizes em suas carreiras, mesmo sendo reconhecidos e recompensados financeiramente? Esta infelicidade tem origem onde?

Bem, e para que precisamos entender ou saber de tudo isto? Apenas para poder viver bem? E o que é viver bem? Subjetivo demais não é mesmo? Pois bem, sendo de natureza subjetiva o viver bem, o que podemos afirmar que quem vive consciente de seu propósito na vida, torna sua jornada mais leve.
Quantas vezes você já olhou para sua vida e não a reconheceu? Quantas vezes você já identificou que algo está errado, mas não é capaz de identificar exatamente o que é? Tendo este cenário de passividade como pano de fundo, vamos juntos conhecer três ferramentas e as aplicações de cada uma, para assumir o controle do destino na vida.
Entenderemos os sistemas sociais aos quais estamos presentes e quais as funções de cada um. Depois, o que foi construído ao longo da vida e as crenças que sustentaram essas construções. Alinhar sua visão e ação sobre os diferentes tópicos acima, alinhar as principais estrelas da sua vida, permitirá você ver claramente a constelação do seu sucesso.

A vida cotidiana, quando saiu da simplicidade para a complexidade, assumindo multitarefas, inteligência multifocal, muitos entretenimentos, profissões fugazes, relacionamentos superficiais, passou a exigir uma energia extra para colocar tudo isto em equilíbrio novamente. O que este artigo propõe é uma sequência de conhecimentos e ações que levem você a conquistar uma vida mais equilibrada, a ter uma jornada mais suave, onde os obstáculos não estão lá para derrubá-lo, mas sim para preparar você para novas conquistas. Este artigo é um trecho do treinamento para empoderamento pessoal chamado, LEVE A VIDA LEVE, que você poderá conhecê-lo pelo livro de mesmo nome.

Que tal começarmos através de uma Visão Sistêmica da vida a partir de agora?

NOSSOS SISTEMAS SOCIAIS
O ser humano é um ser social. Vivemos intrinsecamente em sistemas sociais.

Traduzo minha experiência com os sistemas sociais da seguinte maneira:
• Todo sistema social tem um objetivo comum;
• Todos indivíduos de um sistema social colaboram para este objetivo em comum, unicamente interessados em atingir seus objetivos individuais;
• Diferentes sistemas sociais exigem papéis diferentes dos indivíduos que o compõem;
• Em diferentes sistemas sociais os indivíduos atuarão de forma específica para atingir o objetivo comum daquele sistema social e o seu objetivo individual naquele sistema social;
• Indivíduos procuram sistemas sociais diferentes para alcançar diferentes objetivos;
• Sistemas sociais procuram indivíduos que, sinergicamente envolvidos, potencializem a competência do coletivo;
• A energia de um sistema social é potencializada pela sinergia de seus indivíduos.

Alguns outros exemplos de sistemas sociais: trabalho, religião, clubes, conselhos profissionais, voluntariados.
Em cada um destes sistemas sociais “eu”, como indivíduo, contribuo para um objetivo em comum. Em um voluntariado eu contribuo para que o máximo possível de bem seja oferecido ao maior número de pessoas possível, e em contrapartida, tenho o meu objetivo pessoal suprido em relação ao crescimento da espiritualidade.

EXERCÍCIO DOS SISTEMAS SOCIAIS
Liste quais sistemas sociais você pertence, logo em seguida faça uma avaliação simples conforme sugestão abaixo. Utilize quantos sistemas sociais forem suficientes para sua realidade. Siga os exemplos abaixo.

Sistema social Objetivo comum Objetivo individual O que estou fazendo/ conseguindo? Está em equilíbrio?
Academia Saúde e boa fama

da academia

Saúde Perdi peso, ganhei massa magra, disposição. sim
Grupo de Poker Entretenimento, diversão, fortaleci- mento da amizade Fortalecer amizade, relaxar, aprender ser mais sutil, mais estratégico Melhorei minhas estratégias, relaxo após uma semana tensa sim
Família
Trabalho

 

Ao preencher, seja bem específico e o mais transparente e honesto consigo mesmo. Note se existe alguma incoerência em algum destes sistemas. Realizando esse exercício, dou um exemplo. Dentre os sistemas sociais
aos quais faço parte, havia um chamado “grupo de empresários” no qual, desde o início de sua concepção eu fui integrante ativo.

O objetivo comum era promover profissionalismo ao grupo de micro e pequenos empresários
na cidade de Franca. Tínhamos reunião mensal com temas que enfatizavam a gestão, vendas, RH e demais departamentos de uma empresa. Meu objetivo era aprender e ensinar. Consegui isso regularmente durante
os 3 primeiros anos.

Depois o grupo mudou o foco para um encontro de networking, tal como outros já existentes. Eu perdi meu objetivo individual com o grupo, não havia mais equilíbrio, logo saí do grupo. Ter claro quais são os objetivos de um sistema social ao qual você está inserido, saber como desejam que você contribua, avaliar se suas competências estão equivalentes e se você está disposto a pagar este preço para conquistar o seu objetivo pessoal, evita que você esteja desperdiçando tempo, dinheiro e emoções com coisas que não lhe trarão o resultado desejado, pelo contrário, funcionarão como ralos de energias que lhe trarão dor, angústia e decepção.

Este alinhamento é fundamental para que se tenha um equilíbrio perfeito entre o dar e receber. Qualquer desequilíbrio neste ponto trará sensação de não correspondência e isto, ao longo do tempo, se torna frustração e desgaste.
Agora já sabemos sobres nossos sistemas sociais, que tal conhecermos algo sobre nossa linha do tempo até aqui?

TIMELINE

A vida é um fato contínuo que traduz a experiência do tempo para nós humanos, através de fatos somados. Todos os fatos são iguais externamente. O que muda são as interpretações individuais que damos aos fatos, pelas experiências que tivemos em nossas vidas. Sendo assim, quando assumimos algo de uma determinada maneira, pela experiência que tivemos naquele momento, nós criamos conexões neurais que nos faz repetir comportamentos.

A isso damos o nome científico de aprendizado. Estes aprendizados também consolidam nossas crenças. Embora tenhamos uma essência pela qual agimos e reagimos, nós somos sempre uma versão atualizada de nós mesmos, a cada dia que passa, a cada experiência vivida, a cada leitura ou aprendizado. Nem o mais inerte ser humano consegue ser o mesmo ao longo dos anos. Nós não nos damos conta, muitas vezes, do quanto mudamos e de que forma mudamos. No entanto, ao fazermos o próximo exercício veremos de que forma o efeito tempo versus fatos ocorridos em nossas vidas, podem mudar nossa realidade.

EXERCÍCIO DA LINHA DO TEMPO

Para aprofundar o estado de consciência e visão sobre a vida, é necessário enxergar o todo, o que se foi construído e vivido. Para isso, faremos o exercício de registro da linha do tempo.

Faça uma linha do tempo conforme a que segue abaixo.

 

pré-parto ——–_______________história de vida___________________——- futuro

 

O que está à esquerda e pontilhado, faz parte da sua história de vida, porém, de tudo que foi pré-parto. A linha contínua representa a sua vida do nascimento até chegar a data atual. A linha pontilhada à sua direita, representa o que possivelmente ainda será teu futuro. Na linha contínua, na parte superior da linha, marque fatos positivos,
que trouxeram alegria e marcaram sua vida de alguma maneira positiva.

Na parte inferior da linha, anote fatos que trouxeram sensações ruins, perdas, dores e marcaram sua vida de maneira negativa. Coloque de forma cronológica, preferencialmente dando datas aos fatos. Este é o seu inventário sobre sua experiência de vida até o presente momento.

No entanto, passamos muitas vezes por fatos tão marcantes e importantes, que não nos damos conta do que efetivamente aquilo causou em nossa vida. Superamos alguns traumas, vencemos batalhas que não imaginávamos ser capazes, perdemos coisas que tínhamos a certeza que jamais aconteceria, nos destacamos em meio a tantos fatos, pessoas, situações e ocasiões sem ao menos notar o que tudo isto representou para nós. Não percebemos as transformações essenciais pelas quais tais experiências nos conduzem e perdemos assim grandes aprendizados sobre nós mesmos.

Por isso, proponho um novo exercício, agora sobre conhecimento de si mesmo e de parte do seu primeiro e mais fundamental sistema social.

Olhando para a timeline da sua vida, responda às seguintes perguntas:

1-  Ao longo de suas experiências, o que se percebe positivamente como qualidades, valores, competências, habilidades?

2-  Para alcançar seus objetivos futuros, quais aprendizados eu tenho acumulado que me serão úteis?

3-  O que de negativo aconteceu em sua história que gerou crenças ou comportamentos que estão impedindo você de seguir adiante de forma leve, capaz e segura?

4-  Mediante tanta informação sobre si, o que aprendeu sobre sua pessoa, capacidades, competências e habilidades?

5-  Qual emoção/sensação ficou mais forte quando escrevia a timeline: emoção do protagonista ou da vítima?

CRENÇAS – A base de tudo

Ao longo da vida criamos conceitos sobre coisas, fatos, pessoas e situações em diferentes contextos. Estes conceitos previamente concebidos, regem nossas ações e reações mediante os fatos. Passamos assim a ficar previsíveis, tendo modos preferenciais de agir ou reagir, segundo cada situação.

Sugiro agora que divida sua vida em áreas, escolhendo as que mais atendam suas expectativas, ou mesmo, com as quais você se envolve mais.

Abaixo 9 sugestões:

Amorosa        Intelectual         Saúde

Familiar         Profissional       Legado

Social              Espiritual          Financeira

 

Definindo as áreas que mais atendam você, reflita nas perguntas que seguem:

1-  Existe uma ou mais áreas da vida, que estão sendo impactadas por algo do passado e que não estava conseguindo ver, por consequência não conseguia agir?

2-  Há aprendizados na vida que fortaleceram você e podem ajuda-lo na conquista dos seus sonhos e objetivos futuros?

3-  Relacionado com os sistemas sociais que você pertence, em quais você pode estar enfrentando dificuldades?

4-  Quais limitações você está enfrentando nos sistemas sociais ou nas áreas da sua vida? Com que momento da vida (timeline) es- tas limitações estão, ou podem ser relacionadas?

5-   Quais momentos da vida (timeline) você encontra recursos suficientes, para poder lidar com as dificuldades que hoje se apresentam em seus sistemas sociais ou em áreas da sua vida?

Vale ressaltar que todo aprendizado que um dia tivemos, se torna uma conexão neural, uma modificação na estrutura cerebral e da qual “jamais nos livramos”, a não ser por doença ou acidente. Sendo assim, muitas vezes olhando para nosso passado, retomamos a consciência sobre um aprendizado que pode nos ajudar agora ou num futuro breve. Basta que revisitemos o passado sem condenação, sem estar no papel de vítima, antes sim no papel de protagonista, para podermos nos empoderar e assim, construir um novo ciclo de ventura.

Desejo a você que novos ciclos se abram à sua frente, que o vento sopre favoravelmente na sua direção, que tudo que seja bom e de boa fama esteja em seu caminho e até que nos vejamos novamente, que Deus proteja você!

Divirta-se nesta jornada chamada VIDA!

Um Fraternal Abraço,
Wayne Porto Colombo

 

 

6 Comments
  1. erotik

    Hello to all, the contents existing at this website are truly remarkable for people experience, well, keep up the good work fellows. Catherine Borden Dygert

  2. erotik

    I always used to study article in news papers but now as I am a user of web so from now I am using net for content, thanks to web. Shir Neils Ferdie

  3. erotik

    My spouse and I stumbled over here coming from a different website and thought I might as well check things out. I like what I see so i am just following you. Look forward to checking out your web page repeatedly.| Kellina Jayme Akeyla

  4. erotik

    Wow, awesome blog layout! How long have you been blogging for? you make blogging look easy. The overall look of your website is great, let alone the content!. Thanks For Your article about sex. Orly Cletus Harri

  5. turkce

    Hello there. I found your website by the use of Google whilst looking for a related topic, your site got here up. It appears great. I have bookmarked it in my google bookmarks to visit then. Ernestine Prinz Kessia

  6. CharlesFuh

    In the first-ever cognition weigh on Internet porn users, which was conducted at the Max Planck Inaugurate for Someone Condition in Berlin, researchers found that the hours and years of porn benefit were correlated with decreased overcast matter in regions of the perceptiveness associated with honour sensitivity, as kindly as reduced ts robin banks responsiveness to amorous stillness photos. Less dull implication means less dopamine and fewer dopamine receptors. The captain researcher, Simone Kuhn, hypothesized that hourly consumption of smut more or less wears visible your award system. This is at one of the reasons why Playboy, the arsenal that introduced most of us to the undressed female body, ordain no longer trait au naturel playmates after premature 2016. As Pamela Anderson, who is featured on the bedclothes of the final in the nuddy issue, said, It’s severe to compete with the Internet.

Escreva um Comentário

Categorias
Pesquisar Eventos
Ads